Marcas

Artigos Recentes

Busca Blog

Defesa Pessoal e Vigilância

Defesa Pessoal e Vigilância

Segurança pessoal é qualquer atitude de comportamento ou ação com o objetivo de preservar a saúde, integridade física e moral da pessoa.
Os maiores riscos que as pessoas estão sujeitas são:
  • Furto;
  • Roubo;
  • Espionagem;
  • Sequestro;
  • Chantagem;
  • Sabotagem;
Com todos esses tipos de ataques que estamos sujeitos no dia a dia, saber se proteger se torna algo necessário para todos, muitos dizem para não reagir a um assalto ou algo do gênero, mas, às vezes se faz necessário uma certa atitude em casos de brigas, tentativas de abuso, ou casamento abusivo entre outras.
Os danos e perdas consequentes de alguns tipos de riscos são classificados em três modos que são:
  • Moral;
  • Humano;
  • Material;
Riscos humanos e perdas
Ocorre quando causa uma lesão física a vítima, podendo ser causado por acidentes, brigas, confrontos e atentados contra a mesma.
Riscos e danos morais 
Ocorre quando os bens intangíveis da pessoa é afetado, ou seja, a moral, integridade, caráter e imagem pessoal da pessoa.
Riscos e danos materiais
Perda de bens como dinheiro e também objetos de valor (celular, notebook, ipad e outros)
Tipos de medidas de segurança
As orientações são para prevenir que coisas ruins aconteçam, todos nós estamos sujeitos a  algo, muitas vezes não percebemos alguns sinais ao nosso redor e acabamos sofrendo a consequência de ser assaltado ou qualquer outra coisa parecida.
Por isso as dicas de proteção são orientações sobre atitudes a serem tomadas para prevenir acontecimentos indesejados. 
Dicas de segurança pessoal, evitar lugares perigosos
Primeiramente não frequentar lugares muito perigosos, principalmente se estiver sozinho(a);
Evitar a rotina de percurso de saída e chegada de sua residência;
Dobrar a atenção em semáforos, principalmente no período da noite com vidros abertos;
Realizar um treinamento de defesa pessoal e uso de como se usa objetos defensivos (armas brancas e de fogo);
Segurança Privada
A pessoas que preferem ter segurança privada por conta de sua situação financeira, mas este tipo de serviço deve ser feito por empresas especializadas capaz de oferecer este tipo de trabalho.
Atividades de segurança de celebridades
Pessoas públicas normalmente necessitam de um tipo específico de proteção, pois estão expostas a varios tipos de atentados, estas pessoas são normalmente cantores, atores, modelos, pessoas que sempre estão na midia.
Segurança para executivos 
Neste caso a proteção pessoal de executivos depende de uma empresa especializada. Isso tudo depende da condição financeira e cargo que o executivo exerce. Em alguns casos a proteção do executivo não é apenas pessoal, mas, também para a empresa que ele trabalha.
Segurança de Autoridades
Voltado para pessoas que ocupam cargos públicos, como governadores, senadores, chefe de estado e outros.
Para eles se tem um tipo diferenciado de proteção, pois eles possuem um cargo em órgãos governamentais, e qualquer coisa que aconteça refletirá na instituição que trabalha e até mesmo na nação.
A proteção deles normalmente se dá por agentes de segurança pública como forças armadas, polícia federal e militar.
O que é ensinado em um curso de Defesa Pessoal?
Materiais como noções de segurança privada são ensinadas para os alunos, pois com ela se desenvolve conhecimento a respeito da legislação de segurança privada, seu papel em uma empresa e também sobre leis trabalhistas.
Legislação Aplicada de direitos humanos
Está é para deixar o aluno informado a respeito de direito, sobre crimes, leis e regras, respeitar a diversidade, prevenções e combater práticas discriminatórias.
Relação humana no trabalho
Nesta matéria o aluno aprende a respeito do atendimento ao público, principalmente sobre indivíduos que necessitam de prioridade, como idosos, gestantes e deficientes.
Prevenção a incêndio 
Em ambientes privados incêndio é algo comum, deste modo é essencial que o profissional saiba como reagir em um momento como esse. 
Primeiros Socorros
O profissional deve entender de primeiros socorros, para que caso ocorra algo em seu local de trabalho, ele possa começar os primeiros atendimentos até que o serviço médico chegue no local.
Defesa Pessoal
Esta é uma das principais a serem ensinadas, pois, dela o vigilante saberá como agir em determinados momentos e caso tenha de trabalhar com armamento terá uma aula específica sobre isso. Saber se defender e defender ao próximo será essencial.
Vigilância
Visa o conhecimento para caso trabalhe em shoppings, hospitais, escolas e outros. Se aplica então a vigilância patrimonial, geral e especializada. Para cada tipo de local será ensinado uma maneira de defesa diferente.
Segurança Eletrônica 
Aqui o vigilante irá aprender a usar a tecnologia, como mexer em alarmes, caso um toque e ele tenha de avisar seus colegas, sistemas e computadores caso seja necessário, isso tudo para que ele tenha um conhecimento das tecnologias.Com esse conhecimento os erros podem diminuir cada vez mais.
Os três fatores que te fazem agir em momento de risco são:
Evitação
Seria evitar locais de risco. Se algo acontecer e você não estiver em condições ou até mesmo em posição para revidar, não faça nada.
Evasão
Caso não tenha  como revidar em segurança ou evitar o risco, mesmo que tomando cuidado, saiba como se sair bem dela. Boa parte dela vai depender de sua capacidade de identificar o risco e tomar cuidado com suas decisões.
Mitigação
Caso sua evasão falhe, sempre minimize danos a sua integridade. Por mais que você tenha que colaborar com o assaltante, ou até mesmo tenha de imobilizar ele.
Normalmente as pessoas antes de um assalto ou acidente, dizem que tudo ocorreu rápido  demais e que não deu tempo de reagir.
Mas um erro que cometemos é nunca ver os riscos ao nosso redor, no caso andar em uma rua suspeita de fone de ouvido, com o celular na mão isso é um grande risco, por que sempre tem pessoas observando nossos passos, às vezes podemos perceber o que está acontecendo ao nosso redor, se tem pessoas agindo de maneira estranha e observando nossos passos nas ruas.
Para que você possa prever tudo isso, existe o famoso código de cores de Jeff Cooper que ensina como perceber situações de risco ao nosso redor, ele usa um sistema de cores que são: Branca, Amarela, Verde e Vermelho.
Branca
Conhecida como estado de desatento ou relaxado, grande parte das pessoas andam assim nas ruas, pensando em várias coisas, planos, às vezes na própria vida, problemas, e acabam não se atentando ao que acontece a seu redor.
Muitas vezes neste estado você acaba se distraindo em outras coisas e não percebe o que realmente acontece ao seu redor. Com tudo isso você acaba não tendo ideia de como agir e se defender. E caso reaja não obtém êxito.
Então sempre esteja atento em todo lugar, principalmente nas ruas e pontos públicos, e deixe para relaxar em locais onde há uma maior segurança.
Amarelo
Este é um estado relaxado você não precisa estar necessariamente focado em ser assaltado, mas sim mantendo a cautela e se esquivando de momentos considerados perigosos. Muitas das vezes as pessoas têm medo de algo acontecer e acabam se desesperando quando algo suspeito surge ao seu redor. Para que obtenha êxito nisso, há alguns comportamentos a serem adotados. Alguns exemplos são:
  • Evitar andar com fones de ouvido, pois com ele não dá para perceber o movimento de algum criminoso.
  • Sempre deixar objetos de valores guardados, criminosos normalmente vão atrás de pessoas que os objetos estejam mais fáceis.
  • Evite carregar todos os seus pertences, caso não seja necessário.
  • Evitar andar sozinho, principalmente de noite.
  • Se perceber algo suspeito mude a rota.
Laranja
Este é para quem acaba percebendo algo de incomum em seu caminho, muitas vezes de cara podemos perceber que algo não está certo, neste momento é a hora de prestar atenção em toda a situação ao seu redor e pensar em uma maneira de contornar a situação. Geralmente este status dura pouco tempo, por isso é interessante analisar bem a situação e agir de forma rápida.
Vermelho
Neste caso você deve estar preparado para agir ou se defender. Nessa hora você já deve ter em mente o que fazer caso a pessoa ou pessoas façam algo, imaginar se tem como fugir, mudar o caminho ou até mesmo entrar em combate com eles, caso perceba que tenha chance de vencer vá em frente. Mas nem sempre é o que parece, tudo pode ser apenas um alarme falso e não ser nada demais, caso realmente seja algo, você deve pôr em prática seu treinamento e tudo que aprendeu e se defender.
Hábitos para desenvolver no dia a dia: 
Observar sempre o ambiente que estiver, saídas de emergências e pessoas;
Sempre escolher locais que tenham saídas próximas, caso seja necessário;
Caso espere alguém em locais públicos, evite ficar próximo a lixeiras e bancos, fique onde tem bastante pessoas ao redor, para que não aconteça nada;
Sempre fique atento a quem se aproxima de você, pois nem sempre vem com boas intenções, você deve perceber a maneira da pessoa se comportar próximo a você, observar o que a pessoa segura, se a algo nas roupas como arma de fogo ou arma branca. Ficar perto dos perímetros de segurança que são: 
  • Zona Pública, que abrange muitas pessoas ao redor;
  • Zona Social, pessoas que estão ao seu redor conversando;
  • Zona Pessoal, a uma distância mínima para contato físico;
  • Zona Íntima, pessoas em contato físico com você;
Como deve ser o combate


Caso o pior aconteça você deve estar preparado para o combate, mas, você tem de prestar atenção se sozinho você terá chance no combate, se estiver encurralado com mais de duas pessoas, você tem de ser esperto e caso não tenha chance não faça nada. 

Se tiver conhecimento em artes marciais ou qualquer outra arte de defesa pessoal, é necessário pôr em prática o que você tem aprendido, mas, não é o bastante dependendo de alguns casos. Em um combate real onde sua vida dependa disso é totalmente diferente, ele é bruto e desajeitado, é muito diferente de uma aula que você possa ter feito pois tudo irá acontecer de uma maneira diferente com a emoção do momento você pode estar ansioso ou até mesmo nervoso.

Se você não possui técnica e está em desvantagem, você pode usar de armas brancas caso tenha, como spray de pimenta, arma de choque e outras que possam causar dor em seu adversário e imobilizá-lo para que você possa fugir.
Definição 
A definição de defesa pessoal é técnicas para preservar sua integridade física e emocional. A melhor defesa é a prevenção, ou seja, evitar ser uma vítima, através de seus conhecimentos de prevenção e de procedimentos de segurança que evitem a violência. Há diversas modalidades de defesa, muitas das defesas funcionam apenas com oponentes que seguem as regras pré-estabelecidas, mas algumas destas técnicas criam uma falsa segurança.
Na realidade não importa quantas técnicas você saiba, e sim quais são as mais efetivas. Muitos ensinam várias técnicas que talvez nem sejam usadas em um momento de tensão. 
Uma boa defesa pessoal utiliza todas as armas disponíveis, seja ela imprópria ou não, ou seja, nivelam os adversários do mais forte para o mais fraco. Muitos se esquecem que não é apenas o aspecto físico, mas que também se tem o psicológico.
Princípios da defesa pessoal
Simplicidade: movimentos intuitivos que obedecem as técnicas corporais, sendo tecnicas fáceis de assimilar.
Objetividade: não ter técnicas desnecessárias, ou seja, aquelas que não são usadas de verdade. 
Versatilidade: é uma formação completa onde você aprende os riscos, procedimentos, não ser uma vítima dos marginais aprender formas variadas de combate e proteção.
Efetividade: neutralizar as ameaças que aparecem a seu redor, respondendo de forma violenta assim como os marginais. 
“Tudo isso para mostrar o'que é uma boa técnica de proteção”.
Os melhores alvos a serem atingidos 
Localizados na linha central do corpo, onde o marginal possa sentir dor, ou seja, onde ele sentira mais dor e desconforto após sentir os golpes.
  • Alvos de Dor: Nariz, olhos e testículos;
  • Alvos Respiração: Nariz, traqueia, Plexo solar;
  • Alvos de Mobilidade: coxa, canela, joelho e pés;
Seu corpo é uma arma


  • Dentes: morder caso seja agarrada(o);
  • Unhas e Dedos: para empurrar o agressor, arranhar caso necessário;
  • Palma da Mão: para bater, atingir áreas sensíveis do agressor como traquéia, nariz e outros locais que causem dor;
  • Punhos: bem efetivos, mas devem ser treinados para no momento de usá-lo não machucar ou causar lesões graves;
  • Cotovelos e joelho: para ser usadas em distâncias menores, quando o agressor estiver próximo;
“Qualquer objeto que esteja a seu alcance pode ser usado, uma caneta, garrafa, lápis ele causando dor e tempo para fugir ou chamar ajuda já é bem mais que válido”.
Equipamentos a serem usados 


  1. Facas: usadas no dia dia para abrir caixas, ferramenta de corte e até mesmo para proteção.
  2. Canivetes: possuem uma lâmina dobrável e até retrátil e diversos tamanhos, cores e formatos. pode ser portado de forma normal no seu bolso, além de causar danos ao agressor caso seja usado contra ele.
  3. Bastões: normalmente feito de alumínio, ferro ou polímero, ele causa dor e até mesmo atordoamento caso use em regiões sensíveis do agressor, isso pode dar uma brecha de fuga.
  4. Kubaton: ele é um bastão pequeno que cabe na palma da mão, ele é capaz de causar uma dor profunda no agressor, dando a chance de fugir.
  5. Push dagger: adaga de tamanho curto em formato de “T”. Utilizada presa na mão.

A lei sobre o uso de equipamentos de proteção

O 5º Artigo da constituição federal de 1988 explica que tudo deve ser monitorado mediante a leis (ninguém será obrigado a fazer ou deixar de fazer alguma coisa senão em virtude de lei”.


O porte de equipamentos de proteção não é considerado ilegal, mas cabe ao usuario ter bom senso no uso, ter um preparo e saber realizar o manuseio em casos externos.

Para o manuseio de equipamentos de defesa pessoal é necessário ter um treinamento sério, para que tenha segurança e saiba como utilizá-lo.

Deixe seu comentário

* Nome:
* E-mail: (Not Published)
   Website: (URL do site com http://)
* Comentário:
Digite o código da imagem acima
Desenvolvido por Bruc Internet